Ir para conteúdo principal

Equação do 2º grau incompleta

Dizemos que uma equação do 2º grau é incompleta quando b=0 ou c=0 ou ambos. Lembrando que a estrutura geral da equação do 2º grau é ax²+bx+c=0, em que a≠0.

Exemplos de equações do 2º grau incompletas:

2x²-5=0, é uma equação do 2º grau incompleta porque b=0;
9x²+3x=0, é uma equação do 2º grau incompleta porque c=0;
4x²=0, é uma equação do 2º grau incompleta porque b=0 e c=0;

Como resolver uma equação do 2º grau incompleta?
A fórmula de Bhaskara serve para resolver toda equação do 2º grau, completa ou incompleta. Se não sabe resolver por Bhaskara, clique aqui para aprender. Entretanto, existe outras formas mais fáceis de resolver equações do 2º grau incompletas, sem a necessidade de aplicar a fórmula de Bhaskara.

Quando b=0:

Para resolver equação do 2º grau incompleta quando b=0, aplique o passo a passo a seguir:
2x²-200=0
1) Isole c: 2x²=200
2) Isole x²: x²=200/2 ==> x²=100
3) Extraia a raiz quadrado de ambos os lados: √x² = √100
x’=10
x”=-10

Quando c=0:

Quando a equação do 2º grau incompleta for do tipo c=0, proceda da seguinte forma:
5x²-10x=0
1) Simplifique a equação, se possível: 5x²-10x=0 ==> x²-2x=0;
2) Coloque x em evidência: x(x-2)=0;
3) Agora temos duas possíbilidades para que x(x-2) seja igual a zero:
3.1) x’=0, nesse tipo de equação x’ é sempre igual a 0;
3.2) iguale a equação que está entre parenteses a zero, o resultado será o x”: x-2=0 ==> x=2 ==> x”=2

Quando b=0 e c=0:

Quando se tratar de equação do 2º grau incompleta do tipo b=0 e c=0, então essa equação só terá um resultado possível: x’=x”=0